• Instagram

SUSPENSO: 17ª Edição do Diálogos Insurgentes discute “O Caráter revolucionário do Amor” e traz oficinas como novidades

Em 16/03/2020

Debater direitos humanos é nossa missão e neste momento, a garantia da vida e da saúde das pessoas é nossa prioridade! Considerando o decreto do Governador, que suspende a realização de eventos de grande aglomeração, comunicamos a suspensão da décima sétima edição do Diálogos Insurgentes, com o Pastor Henrique Vieira, sobre o “O caráter revolucionário do amor”.
.
Informaremos nova data do debate e das oficinas! Fique ligado em nossas redes, compartilhe com responsabilidade e se envolva. A informação nesse momento é a mais importante ferramenta!

___

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), realiza no próximo dia 23, às 17h30, no Auditório Alcione Nazaré. A 17ª Edição do Diálogos Insurgentes, que discutirá “O Caráter revolucionário do Amor”, será conduzida pelo ator e pastor, Henrique Vieira, autor do livro “O amor como revolução”, no qual reflete sobre o poder renovador do amor, que se traduz em atitudes generosas com o próximo e que pode ser uma força poderosa na construção de uma sociedade mais justa e livre de preconceitos. Na oportunidade, ocorrerá também sessão de autógrafos e o lançamento do novo livro do autor “Jesus e os Direitos Humanos”.

Esta edição traz como novidade a realização de oficinas sobre: “Religião, Mercado e Direitos Humanos” e “Introdução à Teologia Negra”, no Auditório da Defensoria Pública do Estado do Maranhão (DPE/MA). A primeira será ministrada por João Luiz Moura e propõe repensar as relações entre Religião, Política e Mercado em um território colonial como o brasileiro, uma vez que as estratégias conceituais produzidas pela modernidade para gerenciar racionalmente as multiplicidades de fenômenos/experiências religiosas naquele suposto campo diferenciado chamado espaço público, notadamente, não dão mais conta de equacionar os novos problemas que se apresentam às ciências humanas, sociais e da religião no Brasil.


A segunda será facilitada por Ras André Guimarães, que tem como objetivo inicial de apresentar o impacto da escravidão nas interpretações bíblicas. Na sequência, serão localizadas leituras bíblicas de resistência que deram base para uma hermenêutica preta de libertação. Conectado aos direitos civis, aos debates sobre valorização do povo preto, será discutida a sistematização da teologia negra por James Cone e os seus desdobramentos para os afro-americanos nos Estados Unidos, como também, para os pretos e pretas do Brasil.


O secretário de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves, afirmou que, enquanto católico, sempre acreditou no amor pelo próximo, um ensinamento de Jesus Cristo, como a maior arma para alcançarmos uma sociedade mais justa e digna, pois somente através deste amor é possível experimentar sentimentos empáticos e a partir dele, agir na defesa de uma vida para todos. “Assim, fico feliz que possamos ter contato com a obra do pastor Henrique Vieira e podermos defender, que a religião e os Direitos Humanos devem andar de mãos dadas, na conquista de um mundo melhor.”, comentou o secretário.


Sobre o palestrante:
Ator, Teólogo, Pastor, Pesquisador da Arte do Palhaço, Professor, Cientista Social, Historiador, Henrique Vieira graduou-se no Curso Técnico de Teatro na Oficina Social do Teatro, em Niterói, onde atuou em diversas peças. Participou do filme Marighella com direção de Wagner Moura e está em cartaz com a peça “O amor como revolução” dirigida pelo Rodrigo França com a co-produção do Lázaro Ramos. É uma das expressões da teologia negra que busca resgatar a potência negra da bíblia e da história do cristianismo. Destaca-se no combate ao fundamentalismo religioso no Brasil. Realiza estudos bíblicos com movimentos populares, na articulação entre bíblia e defesa dos pobres e oprimidos.


Sobre a mediadora:
Alynne Sipaúba é graduada em Jornalismo pela Faculdade Estácio, e em Teologia pela Faculdade Teológica Sul Americana. Atualmente editora executiva do Coletivo Bereia, portal dedicado à checagem e divulgação de notícias sobre religião, integra a equipe executiva da Organização Paz e Esperança, com foco na atenção integral a pessoas e comunidades que tem sofrido violações diretas de direitos, e faz parte do Coletivo Papo de Crente, que vai ao ar toda terça-feira pela Radio Web Tambor e dialoga sobre questões da sociedade dentro de uma perspectiva cristã.

PROGRAMAÇÃO

9h30 às 12h – Oficina Religião, Mercado e Direitos Humanos. Local: Auditório da Defensoria Pública do Estado do Maranhão/DPE-MA – Rua da Estrela, Praia Grande, Centro.

Ministrante: João Luís Moura.

14h às 17h – Oficina Introdução a Teologia Negra. Local: Auditório da Defensoria Pública do Estado do Maranhão/DPE-MA – Rua da Estrela, Praia Grande, Centro.

Ministrante: Ras André Guimarães.

16h às 17h30 – Credenciamento dos Diálogos Insurgentes.

17h30min – Abertura dos Diálogos Insurgentes com a palestra O caráter revolucionário do amor. Palestrante: Henrique Vieira. Mediadora: Alynne Sipaúba.  

19h30min – Lançamento do livro “Jesus e os Direitos Humanos”. Mediadores do Lançamento:João Luís Moura, Ras André Guimarães e Henrique Vieira.

20h – Sessão de autógrafos

Endereço:

Av. Jerônimo de Albuquerque, S/N, 2º Andar, Bloco A, Edifício Clodomir Milet,
Calhau- São -Luís/MA. CEP: 65074-220

Telefone: (98) 3256-5330

Desenvolvimento © SEATI | www.seati.ma.gov.br