• Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Sedihpop faz nova chamada para inscrição de jovens quilombolas no Programa Agente de Desenvolvimento Rural Quilombola

Em 29/10/2021

Estão abertas as inscrições para vagas remanescentes do Programa Agente de Desenvolvimento Rural Quilombola (ADRQ). Dessa vez, 39 jovens quilombolas serão selecionados para atividades nos municípios de Serrano do Maranhão, Itapecuru-Mirim, Viana, Codó e Peritoró. O Edital nº 02/2021 está disponível na plataforma Participa, no link https://participa.ma.gov.br/articles/0012/8906/edital-no-02.2021-seir-sedihpop-vagas-remanescentes-adrq.pdf

As inscrições podem ser realizadas de forma virtual pelo e-mail programadrq@gmail.com, até o dia 31 de outubro, próximo domingo. Para participar, o jovem deve ter entre 18 e 25 anos, ser residente em comunidade quilombola localizada no município onde deseja atuar, ter concluído o ensino médio em escola pública, estar devidamente identificado como quilombola no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cadúnico) e estar ciente e de acordo com as atividades do programa, conforme especificado no edital. 

O Programa Agente de Desenvolvimento Rural Quilombola (ADRQ) é uma iniciativa do Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), sob a coordenação da Secretaria Extraordinária de Igualdade Racial (SEIR) e Assessoria Especial do Governador. O programa conta com o apoio das Secretarias de Estado de Governo (Segov), Agricultura Familiar (SAF), Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA), Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão (AGED) e da Escola de Governo do Maranhão (EGMA).

“É fundamental empoderar os jovens e dar a eles condições de serem agentes de suas próprias histórias, valorizando suas raízes para um desenvolvimento pleno e sustentável. Desejamos que esses jovens se envolvam e sejam multiplicadores dos saberes ancestrais que as comunidades tradicionais possuem e que levem para as comunidades quilombolas outros conhecimentos que serão agregados a partir das formações que receberão sobre temas como agroecologia, reflorestamento, proteção da fauna e flora, e manejo sustentável dos espaços naturais”, explicou o secretário de Direitos Humanos e Participação Popular, Chico Gonçalves.

Os agentes serão remunerados de forma individual no valor de R$ 300 durante 12 meses. Caberá ao jovem agente a colaboração para a difusão de conhecimento acerca das boas práticas para a agroecologia, reflorestamento, proteção de espécies da fauna e flora, de manejo sustentável nos espaços naturais e demais ações para a promoção do desenvolvimento sustentável; a realização de visitas semanais às áreas de produção para repassar as tecnologias assimiladas durante o processo de capacitação aos produtores de sua comunidade; o acompanhamento da situação da produção e a evolução após a implantação das tecnologias sociais, dentre outras atividades.

Essa é a segunda chamada do Programa ADRQ. O primeiro grupo de jovens selecionados já está participando dos ciclos de formação nos municípios de Central do Maranhão, Icatu, Rosário, Serrano do Maranhão, Viana, Pedro do Rosário, Itapecuru-Mirim e Santa Rita. Durante as formações, os alunos participam de aulas teóricas, ministradas por técnicos do Governo do Estado e demais órgãos parceiros, nas áreas de fortalecimento étnico, mobilização e participação social, educação ambiental, agroecologia e tecnologias produtivas, além das atividades práticas sócioprodutivas e agroecológicas.

Nas próximas semanas, o primeiro ciclo de formação chegará aos municípios de Codó e Peritoró.

Endereço:

Av. Jerônimo de Albuquerque, S/N, 2º Andar, Bloco A, Edifício Clodomir Milet,
Calhau- São -Luís/MA. CEP: 65074-220

Telefone: (98) 3256-5330

Horário de atendimento: segunda – sexta, das 8h às 19h

Desenvolvimento © SEATI | www.seati.ma.gov.br