Agenda de visitas da SEDIHPOP à comunidades tradicionais em processo de conflito

Acessar fotos
5/05/2022

A equipe da Comissão Estadual de Prevenção à Violência no Campo e na Cidade (Coecv) da Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular visitou a comunidade de Santo Antônio dos Pretos, no município de Grajaú. O objetivo foi realizar escutas na comunidade que é um território quilombola que passa por um processo de disputa de terra. O secretário adjunto dos Direitos Humanos, Jonata Galvão, reforçou que o trabalho realizado foi de uma conversa sobre o caráter coletivo do território quilombola e colocou a Sedihpop a disposição do acompanhamento dos processos e apoio à comunidade.

Outra comunidade também recebeu a visita da equipe. Em 11 de maio, o Projeto de Assentamento Gado Bravinho, no município de Balsas, sofreu ataques violentos, além de ter recebido ameaças contra as lideranças e moradores da comunidade. Durante a ação, uma casa da comunidade foi incendiada em tentativa de homicídio a um casal de idosos, assentados pelo INCRA. Os atos ilegais incluíram, ainda, a tortura de uma moradora da região.

Desde então, a Sedihpop, por meio da Coecv está acompanhando as investigações e dando apoio à comunidade. O secretário adjunto de Direitos Humanos, Jonata Galvão, esteve na comunidade para saber mais informações sobre o caso.

Casa queimada em ataque à comunidade

A Coecv e a Secretaria Adjunta dos Direitos dos Povos Indígenas (SADPI) participaram de reunião no Território Bacurizinho com 18 lideranças de aldeias indígenas da região de Grajaú. Na ocasião, foram discutidos conflitos pela posse da terra e disputas para demarcação de territórios indígenas. As comunidades da região sofrem com o avanço do agronegócio, de modo desregulado, e o impacto ambiental de suas atividades sobre os territórios tradicionais. Assim, as equipes da Sedihpop coletaram relatos dos moradores para a articulação de medidas em defesa dos seus direitos e garantia da manutenção de seus modos de vida.

Reunião com indígenas