1° Encontro de Mulheres Indígenas do Centro Oeste do Maranhão

O Encontro ocorreu na Aldeia Ipu, na Terra Indígena Bacurizinho

- Manuela Farias
31/05/2022

Refletindo sobre o papel das mulheres indígenas dentro e fora dos territórios, a participação política foi destaque no 1° Encontro de Mulheres Indígenas do Centro Oeste do Maranhão, promovido pela Articulação das Mulheres Indígenas do Maranhão (AMIMA), a Coordenação de Organizações e Articulações dos povos Indígenas do Maranhão (COAPIMA) e a Articulação Nacional das Mulheres Indígenas da Ancestralidade (ANMIMA).

O evento começou nessa segunda-feira (30) e se estende até hoje (31). A secretária de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular, Amanda Costa, participou hoje da programação e destacou a potência das mulheres Indígenas como lideranças em seus territórios, aldeias e famílias, como caciques, referências da comunidade ou como matriarcas.

O 1° Encontro ocorreu na Aldeia Ipu, na Terra Indígena Bacurizinho e contou com a participação de indígenas das Terras de Canabrava, Caru, Governador, Krikati e Alto Turiaçu.